Politica

GM vai parar produção em São José dos Campos por falta de demanda, diz sindicato

Segundo o sindicato de São José dos Campos, além de anunciar férias, a GM começou a demitir funcionários na última sexta-feira (3)

A General Motors (GM) vai parar por três semanas a produção de carros na fábrica de São José dos Campos (SP), onde são montados o utilitário esportivo Trailblazer e a picape S10.

Conforme comunicado divulgado nesta terça-feira (7) pelo sindicato dos metalúrgicos da região, a montadora informou que precisa readequar a produção.

Valmir Mariano, vice-presidente do sindicato, diz que essa readequação, conforme justificou a empresa, se deve à queda das vendas.

Em fevereiro, as vendas de veículos no país, inferiores a 130 mil unidades na soma de todas as marcas, caíram ao número mais baixo para o mês dos últimos 17 anos, de acordo com a Fenabrave.

Segundo o sindicato de São José dos Campos, além de anunciar férias, a GM começou a demitir funcionários na última sexta-feira (3), fato que fez os trabalhadores da unidade cruzar os braços por uma hora e meia na entrada à fábrica na manhã desta terça-feira.

Segundo Valmir Mariano, 34 trabalhadores já foram demitidos pela montadora em São José dos Campos. O sindicato informa que as demissões ocorrem em todos os setores da fábrica, que também produz motores e transmissões, sem justificativa ou negociação prévia.

Em protesto, foi aprovado um aviso de greve, o que significa a possibilidade de nova paralisação caso não seja atendida a reivindicação do sindicato por estabilidade de emprego a todos os trabalhadores, com a negociação de alternativas às demissões. Em São José dos Campos, a GM emprega cerca de 4 mil funcionários.

Os cortes acontecem na esteira de notícias, divulgadas pela imprensa internacional, de que a GM planeja cortar US$ 2 bilhões em custos em todo o mundo nos próximos dois anos, por meio de “reduções de despesas corporativas, excesso de pessoal e complexidade de nossos produtos”, segundo comentários da vice-presidente de recursos humanos, Arden Hoffman.

O sindicado informou que a montadora vai dar férias coletivas na unidade do interior paulista entre 27 de março e 13 de abril.

No mês passado, a montadora já tinha interrompido a produção do Onix, seu modelo mais vendido, em Gravataí (RS). Neste caso, porém, as férias já estavam previstas para atualização e modernização das linhas.

Procurada, a GM disse que confirmou que sua fábrica em São Jose dos Campos fará ajuste temporário na produção da picape Chevrolet S10 e áreas afins e irá conceder férias coletivas aos empregados entre os dias 27 de março e 11 de abril.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo